PALAVRAS NO MUNDO

Carol_Fazu 5.jpg

Escrevo o que me vem com o vento e encontra em mim espaço de ressonância.
Desde as primeiras composições para o primeiro disco a palavra estava presente.
Agora ela soma mais linhas e novas formas.
Palavra-cor. Palavra-cheiro. Palavra-pessoa. Palavra-lugar. 
Quanto mais me dedico a ouvi-la, mais ela sorri de volta para mim.
Assim, vamos entendendo nossos encontros, às vezes frequentes, às vezes espaçados; às vezes furacão, às vezes brisa.
 
Fica aqui, esse lugar - um cantinho para compartilhar com vocês um pouco dos meus escritos.
 
Beijos meus.
 
Carol Fazu